A recente afronta aos direitos e a vida dos povos indígenas e quilombolas no Brasil
históriaFatos e acontecimentos/Pastoral Afro/Política e direitos humanos

A recente afronta aos direitos e a vida dos povos indígenas e quilombolas no Brasil

Desde a invasão da Coroa Portuguesa, o Brasil tem sido um meio de produção e exploração da mão de obra escrava voltada à exportação, sobretudo de produtos primários. A partir da chegada dos europeus, os povos indígenas e, após, os/as africanos/as escravizados conviveram com os mais variados tipos de violência simbólica e física, componente intrínseco … Continuar lendo

NELSON MANDELA!
história Fatos e acontecimentos/Política e direitos humanos

NELSON MANDELA!

O líder sul-africano Nelson Mandela foi um dos mais importantes sujeitos políticos atuantes contra o processo de discriminação instaurado pelo apartheid, na África do Sul, e se tornou um ícone internacional na defesa das causas humanitárias. Nascido em 18 de julho de 1918, na cidade de Transkei, Nelson Rolihlahla Mandela era filho único do casal … Continuar lendo

Maioridade penal pra quem na verdade?
Escola e educação/Política e direitos humanos

Maioridade penal pra quem na verdade?

Direito – uma palavra de poucas letras, mas de significado profundo e de muitas interpretações – nunca esteve tanto em uso ou desuso como nos dias atuais. Direito de ir vir, direito de liberdade religiosa, de orientação sexual, de casamento entre pessoas do mesmo sexo, ou a falta de qualquer um desses direitos. Para minha … Continuar lendo

A cada três pessoas mortas pela PM de São Paulo, duas são negras, revela estudo!!!
Política e direitos humanos/racismo

A cada três pessoas mortas pela PM de São Paulo, duas são negras, revela estudo!!!

Um estudo inédito encomendado pelo jornal Diário de São Paulo revelou uma triste realidade do estado: a cada três pessoas mortas pela Polícia Militar de São Paulo, duas são negras. No levantamento feito durante o mês de março deste ano (2013), foram analisadas todas as 331 ocorrências de resistência seguida de morte na capital no … Continuar lendo

De escravos a empregados domésticos
Fatos e acontecimentos/Política e direitos humanos/racismo

De escravos a empregados domésticos

Em 1872, escravizados chegaram a ter profissões mais diversificadas como amas de leite, herbalistas, ou até ocupações “letradas”, que exigiam alfabetização, como arquivistas, professores, jornalistas, médicos, cirurgiões — A perda de mercado de trabalho se deveu a uma elaboração ideológica racista, mais do que comprovada. Os anúncios de jornais pediam trabalhadores que não fossem “pretos”. … Continuar lendo