Pastoral Afro

Mensagem Final do 12º Encontro de Pastoral Afroamericana

O papa Bento XVI abençoou os participantes do 12º Encontro de Pastoral Afroamericana (12º EPA), realizado na cidade de Guayaquil, Equador, de 16 a 20 de julho, animando os bispos e os participantes “que em suas reflexões aprofundem os valores culturais, a história e as tradições dos afroamericanos, a fim de que a Igreja saiba cada vez mais apresentar Jesus Cristo como resposta autêntica às perguntas mais profundas do ser humano, deixando ser conduzido pelo impulso do Espírito Santo, que veio fecundar todas as culturas, purificando-as e desenvolvendo os numerosos germens e sementes que o Verbo encarnado havia posto nelas, orientando-as assim, pelos caminhos do Evangelho” (Discurso Inaugural em Aparecida, 13-5-2007).

O tema do encontro foi “A Pastoral Afroamericana, Caribenha e o Documento de Aparecida: desafios e esperanças na Igreja e na Sociedade”. Eram 250 participantes do Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, México, Argentina, Panamá, Bolívia, Haiti, República Dominicana, Paraguai, Chile, Nicarágua, Costa Rica, Honduras, Guatemala e Trinidad e Tobago.

Os objetivos, segundo o assessor da Pastoral Afro-brasileira, padre Jurandyr Azevedo, foram: revitalizar os processos de participação do povo afroamericano na Igreja e na sociedade; fomentar a unidade e o desenvolvimento humano, social e religioso dos povos da América Latina e do Caribe, continuar o processo de construção de comunidades cristãs negras com rosto próprio.

Antes do 12º EPA, no mesmo local, aconteceu o 3º Encontro de Bispos com Populações Afroamericanas. Neste encontro participaram dom Gílio Felício, bispo de Bagé (RS), o assessor da Pastoral Afro-brasileira, padre Jurandyr Azevedo Araújo e mais sete agentes de Pastoral Afro-brasileira.

Mensagem Final

Os 250 participantes – dentre leigos e leigas, mulheres, homens, sacerdotes, religiosos e religiosas, diáconos, jovens e bispos – do 12º Encontro de Pastoral Afroamericana EPA, realizado em Guayaquil, Equador, expediram uma mensagem ao final do encontro. Delegados de 12 países do Continente Latino-americano e do Caribe, convocados pelo SEPAC e pela Pastoral Afro-Equatoriana, depois de refletir sobre a realidade do povo afro no continente, e iluminados pela Palavra de Deus e pela presença da Virgem Aparecida e alimentados pela Eucaristia, expressaram:

Seguiremos defendendo os autênticos valores culturais e espirituais do povo Afroamericano e Caribenho, especialmente dos oprimidos, indefesos e marginalizados, diante das forças avassaladoras das estruturas de pecado que se manifestam na sociedade moderna (DAp 532).

Continuaremos apoiando o diálogo entre cultura negra e fé cristã e suas lutas por justiça social, incentivando a participação ativa dos/as Afroamericanos/as e Caribenhos/as nas ações pastorais das nossas Igrejas e do CELAM (DAp 533).

Denunciamos as ameaças em sua existência física, cultural e espiritual, nos modos de vida, nas identidades, na diversidade, nos seus territórios e em seus projetos de vida, que sofre o nosso povo afro em todo o Continente, como consequência da globalização econômica, cultural que põe em perigo nossa própria existência como povo diferente (DAp 90); comprometemo-nos a trabalhar na globalização da solidariedade, urgindo aos governos nacionais, às Organizações dos Estados Americanos e das Nações Unidas que nos apoiem em nossos esforços.

Assumimos a Missão Permanente proposta pelo CELAM com fé, esperança e alegria, que nos permita viver um novo Pentecostes eclesial y social, com a força da juventude, participando nos processos de desenvolvimento, na resiliência e na resistência das mulheres e dos homens, na ternura das crianças e na riqueza dos nossos/as mais velhos/as.

Este encontro de Pastoral Continental está marcado por muitos desafios e grandes esperanças, motivados pelas palavras do Profeta Afro, Sofonias considera que quando o povo se organiza e se deixa guiar por Deus, pode celebrar a festa da vida: “… O Senhor teu Deus está a teu lado como valente libertador! Por tua causa ele está contente e alegre, apaixonado de amor por ti, por tua causa está saltando de alegria, como em dias de festa” (Sofonias 3, 15-17).

Guayaquil, Equador, 20 de Julio de 2012. Os/as Participantes.

fonte: CNBB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s