ações afirmativas/Política e direitos humanos

Zumbi dos Palmares, uma faculdade que valoriza o negro

Talvez nem todo mundo saiba, mas em São Paulo exite uma universidade dedicada aos negros. Sim, a Faculdade Zumbi dos Palmares tem uma proposta que defende a educação (acima de tudo) e a “cidadania negra”.
Números levantados pela universidade demonstram que, em média, os negros estudam 2,2 anos a menos do que os brancos no Brasil, um país que possui a segunda maior população negra do mundo. São 77,9 milhões. Diante de números graves como esse, o projeto de uma faculdade dedicada a essa fatia da população foi criado em 2000, por acadêmicos, profissionais liberais, intelectuais e personalidades de diversas áreas do conhecimento.
Inaugurada em 20 de Novembro de 2003, as aulas começaram em fevereiro de 2004. Trata-se da primeira faculdade idealizada por negros, tendo como foco a cultura, a história e os valores da negritude (90% dos alunos são negros auto-declarados). É a primeira e única instituição de ensino superior voltada para a inclusão do negro, na América Latina. A faculdade tem, na matriz curricular de seus cursos, o compromisso com a implantação da lei 10.639/2003 que institui como obrigatório o ensino de História da África e Afrobrasileira em todos os níveis. Isso garante que os alunos dos diversos cursos tenham a consciência do seu protagonismo na história.
– Não adianta fazer demagogia, existe um histórico de problemas educacionais relacionados aos negros. Acho incrível a iniciativa de uma faculdade que valoriza a nossa cor, por isso escolhi estudar aqui – diz a aluna de direito Fernanda Silva, de 23 anos.
Além de Direito, por lá, os alunos podem cursar Administração, Tecnologia em Transportes e Pedagogia. Os alunos garntem que o campus da faculdade é um espaço aberto de discussões dos mais variados temas que levam a uma reflexão mais profunda sobre questões como cinema, livros, dança, teatro, etnia, raça, etc.
Em 2011, festejando o ano internacional do afro-descente, a faculdade abaixo o preço da mensalidade do curso de Pedagogia em quase metade. O reitor José Vicente defende a liberdade pela educação.
– É este o princípio que norteia nossas iniciativas, que sustenta nossas certezas e nos move em direção ao futuro. É a partir de uma comunidade consciente e organizada que construiremos a verdadeira cidadania e, a partir desta, o desenvolvimento capaz de abraçar a todos os brasileiros. A formação desta sociedade não pode continuar excluindo a maior parcela da população brasileira e nem condenando os afrodescendentes brasileiros a ficar “pelo caminho”, fora das universidades e longe dos melhores postos de trabalho. Investir na formação de novos professores é nosso desafio.
Em 2007, a instituição formou 126 alunos em Administração, na primeira formatura da Zumbi, que contou com o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, como patrono.
Já em 2008 os formandos do curso de Administração, um total de 241 alunos, tiveram como patrono o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Glória Maria e Daiane dos Santos foram as paraninfas.
Em parceria com a ONG Afrobras, os alunos também garentem sua inserção no mercado de trabalho, através de empresas parceiras do Programa de Estágios. Os alunos também criaram projetos inovadores como a TV Zumbi e o Zumbi News, veículos que mostram novidades do mundo acadêmico, notícias importantes e matérias sobre consciência negra.
O vestibular está com inscrições abertas. Para mais informações, acesse: 
fonte: Revista AFRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s