Uncategorized

SEPROMI SELECIONA UNIVERSITÁRIOS PARA MAPEAR ESPAÇOS DE RELIGIÃO AFRICANA

SEPROMI SELECIONA UNIVERSITÁRIOS PARA MAPEAR ESPAÇOS DE RELIGIÃO AFRICANA

Retirado do site do SEPROMI.

Noticias
Publicado por em 15/12/2009
Estão abertas até quarta-feira (23), as inscrições para estudantes universitários que queiram atuar no Projeto Mapeamento de Espaços de Religião de Matriz Africana nos Territórios de Identidade do Baixo Sul e do Recôncavo. Os 20 bolsistas selecionados vão colaborar com a iniciativa, aplicando questionários sob a orientação da coordenação do projeto. A íntegra do Edital 007/2009, que regulamenta a seleção dos candidatos, está disponível no site sepromi/edital, da Secretaria de Promoção da Igualdade, responsável pela iniciativa.
As inscrições podem ser protocoladas na sede da Sepromi, das 9h às 12h e das 14h às 17h, ou postadas nos Correios (via sedex) para: Secretaria de Promoção da Igualdade, Centro Administrativo da Bahia – CAB, 2ª Avenida, 250, Anexo B, Blocos A e B, Paralela, CEP – 41745-003 – Bahia – Brasil. O resultado da seleção será divulgado no dia 30 desse mês, através do site da Sepromi e do Diário Oficial do Estado.
Além da cópia do CPF e RG, os candidatos deverão entregar formulário de inscrição preenchido e impresso, conforme modelo disponível no site da Sepromi; comprovante de matrícula do semestre 2009.02; declaração própria de que não possui vínculo empregatício nem percebe outra modalidade de bolsa (modelo disponível no site da Sepromi); e currículo atualizado. Os bolsistas que desejem concorrer seguindo critérios para cotistas deverão apresentar boletim de desempenho no vestibular, que deverá ser requerido na instituição de ensino a que esteja vinculado(a).
As bolsas terão o valor de R$350 mais diária de R$200 e serão concedidas pela Sepromi para estudantes que estejam cursando a partir do 3º semestre e matriculados em instituições de ensino superior devidamente registrada pelo Ministério da Educação (MEC). Uma vez selecionados, os colaboradores bolsistas terão o compromisso de manter o bom desempenho estudantil e não poderão ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa.

O Projeto
O projeto será realizado a partir de um convênio firmado entre a Sepromi e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – Seppir, em parceria com as prefeituras e organizações da sociedade civil dos municípios envolvidos. Com início previsto para este mês, o projeto deverá ser concluído em 15 meses, abrangendo Casas de Santo dos territórios do Recôncavo e do Baixo Sul.
Os dados coletados, que serão disponibilizados em uma publicação e na Internet, servirão como subsídio para elaboração de uma política estadual, com estratégias de atendimento às demandas dos espaços pesquisados. Para tanto, serão pesquisadas informações relativas à origem e história dos Espaços; nação a que pertencem; tempo de fundação; condições físicas e de infraestrutura; recursos ambientais, trajetórias de luta e resistência; e sobre o perfil das autoridades religiosas (sexo, raça, formação etc).
No Baixo Sul, os municípios abrangidos são Aratuípe, Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Jaguaripe, Nilo Peçanha, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Teolândia, Valença, Wenceslau Guimarães. No Recôncavo, o projeto contempla Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Castro Alves, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Dom Macedo Costa, Governador Mangabeira, Maragojipe, Muniz Ferreira, Muritiba, Nazaré, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, Sapeaçu, Saubara e Varzedo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s