Uncategorized

Audiência Quilombos Educacionais em Salvador

As comunidades quilombolas surgiram numa época de escravidão e forte desigualdade social para os negros brasileiros garantirem o direito à propriedade da terra. Hoje o negro precisa lutar para garantir o direito à instrução  e o acesso ao ensino superior. Na cidade de Salvador mais do 80% da população é negra e nas universidades mais do 50% dos estudantes são brancos.  Nos centros urbanos,  há alguns anos, nasceram novas formas de quilombolas que procuram dar uma resposta concreta a esta situação absurda de acesso ao ensino superior: os QUILOMBOS EDUCACIONAIS!
A audiência quis tratar o papel do Poder público nas formas de inclusão dos negros à educação. As respostas dadas pelas várias instituições representando os quilombos educacionais foi unilateral: o poder público é ausente!  Isso se fez mais claro depois que a prefeitura negou a meia passagem aos estudantes  que participam deste projeto de inclusão. È importante sublinhar que na audiência ninguém do poder publico informou quais os motivos da negação a este direito.
Na analise feita resultou claro que , não somente Salvador, mas o país ainda esta lutando com uma forma bem radicada de RACISMO INSTITUCIONAL.  O Jovem negro não é um problema para o país, mas é a solução. Os fatos nos dizem o contrario: “o jovem negro é caso de policia.”
Foi claramente afirmando que os quilombos educacionais estão  assumindo o papel do poder publico nesse espaço da periferia onde a “ Casa” está ausente. Infelizmente alguns quilombolas tiveram que fechar por que os estudante não tem como chegar ao local do curso por causa  da passagem, alias o valor mensal do curso é menor que a mensalidade do transporte público.
A audiência reivindica o direito dos alunos dos quilombolas educacionais à meia passagem e a descontos nos eventos culturais por que, como todo mundo já sabe,  a educação não se faz só na escola.  Com a negação da meia passagem resultou claro que a estrutura pública está sempre LENTA quando o assunto é a verdadeira inclusão dos negros.
CENPAH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s